Como gerenciar arquivos em quarentena no PC movidos pelo antivírus

Quarentena é um modo de proteção de antivírus desenvolvido para preservar o computador de possíveis ameaças. O sistema trabalha isolando prováveis malwares ou execuções que representem risco para o funcionamento saudável da máquina. Mas, fica a dúvida: o que fazer com esses arquivos?

Novo antivírus avast! 2014 tem proteção baseada em alertas de usuários
Caracterizando-se como um ambiente seguro e controlado, esta zona de isolamento recebe pastas, aplicativos e arquivos identificados como suspeitos após os procedimentos de escaneamento.
Utilizando o antivírus do Avast como exemplo, o TechTudo preparou este tutorial com os procedimentos mais aconselháveis para que a sua quarenta seja administrada da melhor maneira possível. 
Passo 1. Acesse a interface principal de seu antivírus e clique no botão “Quarentena”. Caso não haja esta opção, acesse o menu de “Escaneamento”;
Abra o antivírus e clique em “Quarentena”, se houver esta opção,  ou acesse o “Escaneamento” (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Abra o antivírus e clique em “Quarentena”, ou acesse o “Escaneamento” (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 2. Atualmente, as versões mais recentes dos principais antivírus mantêm o acesso a este sistema de proteção junto com as opções de “Escaneamento”. 
Procure e clique e no botão “Quarentena”;
Procure o acesso à Quarentena dentre as opções de escaneamento de seu antivírus (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Procure o acesso à Quarentena dentre as opções de escaneamento de seu antivírus (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 3. Na interface da quarentena estarão listados todos os arquivos considerados uma ameaça durante a última varredura. Observe a coluna indicando o tipo de atividade de vírus ou malware detectado recentemente;
Observe as infecções discriminadas pela varredura de seu antivírus (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Observe as infecções discriminadas pela varredura de seu antivírus (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 4. Como o antivírus precisa ser constantemente atualizado, é provável que alguns arquivos tenham sido considerados suspeitos erroneamente. Selecione todos os arquivos listados na quarentena e faça uma nova verificação clicando na opção “Escaneamento”;
Faça um novo escaneamento no conteúdo da Quarentena (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Faça um novo escaneamento no conteúdo da Quarentena (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 5. Como todo o conteúdo na quarentena é suspeito, a análise feita por versões mais recentes do antivírus poderá detectar maneiras de reparar os arquivos ou fazer novas leituras, não encontrando ameaças;
Aguarde o término desta varredura e observe as modificações de status (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Aguarde o término desta varredura e observe as modificações de status (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 6. Ao final desta varredura, o antivírus apresentará um relatório apontando os vírus ou malwares de cada arquivo selecionado. Observe aqueles que indicam a mensagem “sem vírus”;
Fique atento a possível indicações de “sem vírus” (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Fique atento à possível indicações de “sem vírus” (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 7. Caso os arquivos considerados limpos sejam importantes, selecione-os e clique na opção “Restaurar” para que eles sejam retirados da quarentena e enviados de volta para as suas pastas de origem;
Restaure os arquivos importantes que estiverem livres de suspeita (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Restaure os arquivos importantes que estiverem livres de suspeita (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 8. Em seguida, clique com o botão direito sobre os arquivos infectados e selecione a opção “Propriedades”;
Acesse as propriedades dos arquivos infectados que você desejar reparar (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Acesse as propriedades dos arquivos infectados que você quiser reparar (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 9. Leia as informações no box que aparecerá e observe se o arquivo pode ser consertado ou limpo. Caso haja esta indicação, selecione o comando “Reparar” e observe o seu novo status na lista da Quarenta;
Observe se as informações do arquivo indicam se ele pode ser reparado (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Observe se as informações do arquivo indicam se ele pode ser reparado (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 10. Você também pode enviar itens da quarenta paras os desenvolvedores do antivírus com o objetivo de esclarecer dúvidas quanto à ameaça ou o tipo de malware. Para isso, basta clicar com o botão direito do mouse sobre eles e selecionar “Enviar para análise”;
Clicando em “Enviar para análise” você enviará uma cópia do arquivo para os desenvolvedores (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Clicando em “Enviar para análise” você enviará uma cópia do arquivo para os desenvolvedores (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 11. A quarentena também possui o comando “Extrair”, que permite retirar os arquivos deste sistema de isolamento, enviando-os diretamente para uma localização específica. No entanto, esta operação não é recomendável, pois os malwares poderão tornar-se ativos e prejudicar o seu sistema;
O comando “Extrair” permite que você retire da quarentena arquivos que podem estar infectados (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)O comando “Extrair” permite que você retire da quarentena arquivos que podem estar infectados (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 12. A opção “Acrescentar” é um recurso que pode ser utilizado para transferir diretamente para a quarentena arquivos específicos que estejam em seu disco rígido;
A ferramenta “Acrescentar” permite que você envie arquivos de seu HD para o isolamento da Quarentena (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)A ferramenta “Acrescentar” permite que você envie arquivos de seu HD para o isolamento da Quarentena (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)
Passo 13. Apesar de geralmente a quarentena possuir um espaço grande o suficiente para armazenar as possíveis ameaças detectadas, é recomendável limpá-la de tempos em tempos, excluindo todos aqueles arquivos que forem descartáveis.
Evite acumular arquivos infectados e desnecessários, excluindo-os de sua Quarentena (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Evite acumular arquivos infectados e desnecessários excluindo-os da Quarentena (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)Fonte Techtudo - http://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/noticia/2014/01/como-gerenciar-arquivos-em-quarentena-no-pc-movidos-pelo-antivirus.html





CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA NOS ENCONTRAR NAS REDES SOCIAIS E BLOGS.


.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages