Homero, o Junkie - Mundo Livre S/A

Homero, o Junkie

Mundo Livre S/A



Letra inspirada no livro
"2455 Cela de Morte", de Caryl Chessman

Às vezes uma voz interior insiste no futuro
aí é quando se cai na gargalhada...

"Vejam como os homens culpam os deuses
de nós, dizem eles, vem o mal
mas através de sua própria perversidade,
e mais do que merecem,
encontram...
A tristeza."

Assim falou Zeus,
pai dos homens e dos Deuses,
pela boca de Homero,
o Junkie.

Às vezes uma voz interior insiste no futuro
Aí é quando se cai na gargalhada
Porque é o seu futuro

O futuro é uma câmara de gás!
O futuro é uma câmara de gás!
O futuro é uma câmara de gás!

(Seu ódio)
Porque é o seu futuro
(Seu ódio)
Que coisa perfeita é o seu ódio!

Aí ficaremos e o nosso triunfo é saber
É saber
que ninguém entenderá
Nossa vitória não será entendida
(Teremos vencido)
No entanto, teremos vencido!
(Teremos vencido)
No entanto, teremos vencido!
(Teremos vencido)
No entanto, teremos vencido!

(Teremos vencido)
Poderia ser mais
(Teremos vencido)
poderia ser muito melhor
(Teremos vencido)
Com a destruição flamejante do inferno
(Teremos vencido)
que a sociedade alimenta
alimenta
(Teremos vencido)
e nega indignada que o faz!
(Teremos vencido)
Que o faz!

(Teremos vencido)

Que final, que final,
que final mais adequado
para essa farsa
farsa
que foi planejada por nós,
por nós,
amigo,
amigo ódio

- Mundo Livre S/A, Samba Esquema Noise (94)




     






.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages