O primeiro

O primeiro



Numa pequena cidade do interior, havia um padre muito famoso. Certo dia, ele precisou ir embora e o povo da cidade resolveu fazer uma festa para ele. Mas, antes de começar a festa, o prefeito iria fazer um discurso.
Quando deu o horário da festa, estavam todos lá, menos o prefeito. Passada meia hora, o povo estava impaciente porque o prefeito ainda não havia chegado. Até que o padre resolveu se antecipar e subir ao palco para dizer umas palavras:
— Quando cheguei a essa cidade, a primeira pessoa que se confessou comigo falou que havia matado duas pessoas, transado com a filha do patrão, bebido feito um condenado, fumado maconha como um doido e visto milhões de filmes pornográficos. Logo pensei que aqui só havia homens como este. Mas, quando conheci o povo trabalhador e honesto de Bonitópolis, mudei minha opinião.
Acabando de falar, o prefeito chegou, pediu perdão por ter se atrasado, subiu no palco e disse:
— Quando esse padre chegou na cidade, há muitos anos atrás, eu tive a honra de ser o primeiro a se confessar com ele!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages