De tanta teimosia, na burrice que eu insistia, demorei para ter certeza de que a maior beleza, estava em mim, pois eu sou meu próprio seguidor

[Imagem: raulendo.jpg]

De tanta teimosia, na burrice que eu insistia, demorei para ter certeza de que a maior beleza, estava em mim, pois eu sou meu próprio seguidor.

Hoje não creio mais em bestalhos em tarôs e seus baralhos, que se dane quem procura, nego todas as culturas.

Não há nada mais nojento, do que quem crê num pensamento, acho todo mundo burro, quero tanto dar uns murros nesta vâ necessidade, de pensar que é verdade, isto muito me irrita, todo mundo acredita "eles" tem que ter um fim eu só acredito em mim.

.
.
.
.




     



.


Um comentário:

Pages